segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Os bordados de Deus

Setembro chega e a primavera se anuncia, apesar de as mudanças climáticas teimarem em subverter a ordem das coisas, fazendo com que nada seja mais como costumava ser.

De qualquer modo, temos anúncios de flores em profusão, o que desperta em nós, pelo simbolismo, a esperança de renascimento em todos os aspectos. Tudo volta a brotar.

Não deixemos que a pressa, a correria do cotidiano, o piloto automático nos impeçam de aprender as lições que a natureza dia a dia nos prepara. Temos promessas de tardes muito azuis, e isso não tem preço.

Fiquemos com Cecília Meireles, que sempre soube se sensibilizar com o discurso da natureza.

"... Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela,
uns dizem que essas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas,
e outros, finalmente,
que é preciso aprender a olhar,
para poder vê-las assim."




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...